A uma semana das eleições, o senador Ronaldo Caiado (DEM) é líder isolado na disputa ao governo de Goiás e caminha para vencer no primeiro turno, aponta a sexta rodada da pesquisa Serpes/O POPULAR. O democrata tem 41,9% das intenções de voto – 62% dos votos válidos -, com 31,3 pontos porcentuais de frente. O governador José Eliton (PSDB) e o deputado federal Daniel Vilela (MDB) estão empatados no segundo lugar, com 10,6% e 10,1%, respectivamente.

O levantamento foi realizado de 24 a 28 de setembro e não mediu o impacto da Operação Cash Delivery, deflagrada na sexta-feira pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal, que prendeu o então coordenador da campanha de José Eliton, Jayme Rincón, e fez buscas em endereços do ex-governador Marconi Perillo (ambos do PSDB), candidato ao Senado (leia mais na página 10).

Na comparação com a pesquisa divulgada em 9 de setembro, medindo a primeira semana após a propaganda eleitoral no rádio e na televisão, o quadro se mantém praticamente o mesmo, com todas as variações dentro da margem de erro. A maior oscilação foi para Daniel Vilela, de 1,5 ponto porcentual para cima. Caiado variou 0,4 ponto para baixo e Eliton, 0,3 ponto também negativo.

No novo levantamento, a professora Kátia Maria, presidente estadual do PT, tem 3,7%, praticamente o mesmo índice da rodada anterior, quando aparecia com 3,4%. Os professores Weslei Garcia (PSOL) e Alda Lúcia (PCO) têm, respectivamente, 0,7% e 0,4%. Marcelo Lira (PCB) é o último colocado, com 0,1%.

O índice de indecisos na pesquisa estimulada – quando a cartela com os nomes dos sete candidatos é apresentada ao eleitor – é de 18,7%. Na pesquisa do dia 9, eram 20%. O porcentual de votos nulos ou de eleitores que disseram que não vão votar é de 13,6%. Na rodada anterior eles somavam 12%.

Foram ouvidos 801 eleitores, em 32 municípios goianos, e a margem de erro é de 3,5 pontos porcentuais para mais ou para menos.

Nas últimas cinco rodadas do instituto Serpes – uma de junho, duas de agosto e duas de setembro -, o quadro se mantém muito semelhante, sem variações dentro da margem de erro. O porcentual que indica vitória em primeiro turno também praticamente não se alterou – variou de 60,2% a 62,1% em todos os levantamentos.

Para sair vitorioso já no dia 7 de outubro, o candidato tem de contar com 50% mais 1 dos votos válidos – que excluem nulos e brancos. No cálculo da simulação, são excluídos os indecisos.

De abril até aqui, Caiado mantém o índice próximo de 40% – variou de 38% a 42,3% e agora aparece com 41,9%.

Eliton e Daniel tinham 6,7% e 6,2% na primeira rodada e evoluíram praticamente juntos ao longo da campanha, ambos sem chegar a 11%.

Metodologia

 

Universo: Eleitores do Estado de Goiás

Tamanho da amostra: 801 eleitores

Margem de erro: Máxima de 3,5 pontos porcentuais para mais ou para menos

Intervalo de confiança: 95%

Regiões pesquisadas: Goiânia; Anápolis; Aparecida de Goiânia; Hidrolândia; Inhumas; Senador Canedo; Trindade; Ceres; Goianésia; Porangatu; Rubiataba; Corumbá; Formosa; Luziânia; Santo Antônio do Descoberto; São João D’Aliança; Valparaíso; Catalão; Itumbiara; Piracanjuba; Pires do Rio; Silvânia; Acreúna; Cezarina; Jataí; Quirinópolis; Rio Verde; Santa Helena; Araguapaz; Iporá; São Luís de Montes Belos; Vila Boa de Goiás.

Coleta de dados: 24 a 28 de setembro de 2018

Contratante: J. Câmara e Irmãos/Jornal O Popular

Registro: Protocolo número BR-01440/2018 no Tribunal Superior Eleitoral e protocolo número GO-01663/2018 no Tribunal Regional Eleitoral, ambos no dia 23 de setembro de 2018.

Responsabilidade técnica: Serpes Pesquisas de Opinião e Mercado Ltda.